Vocação à Vida e Opção Vocacional

Vivemos um sábado, dia 03/09/2016, com 269 jovens de 22 Paróquias da Região Episcopal Nossa Senhora da Piedade/BH. Havia variadas Oficinas. A nossa foi Vocação à VIDA e Opção Vocacional, para a realização pessoal e o Projeto de Deus na sociedade, para a vida do mundo.

eugenia-delva-celine

Na foto: noviça Celine, zambiana; Ir. Eugenia, portuguesa; Ir. Delva, brasileira.

 

Anúncios

Tempo de GRAÇA!

Agradeço a Deus por estes quatro meses de Experiência Apostólica em Teresina/ Piauí, respondendo à proposta que me foi feita e que faz parte da Formação no Segundo ano de Noviciado das Religiosas do Sagrado Coração de Maria.

missao-quilombo-pico-038

Nestas terras calorosas do Nordeste, estive na Comunidade Nazaré com as Irmãs Lucilene, Rosinéia e Terezinha, participando ativamente da realidade local da Diaconia Nossa Senhora de Fátima.

missao-quilombo-pico-056

Louvo e agradeço a Deus pela graça recebida de vivenciar esta experiência, que para mim foi um dom recebido, na acolhida das pessoas, na missão que minhas irmãs lá realizam, na minha integração na comunidade e nos desafios superados neste tempo.

nordestao-cebs-035

Hoje, em uma passagem Bíblica, expresso o que significou este momento de crescimento na minha vida, caminhada de discernimento e missão:

No amor não existe medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo.

Ora, o medo produz tormento;

logo, aquele que teme não é aperfeiçoado no amor.

Nós amamos porque Ele nos amou primeiro.

1 Joao 4,18-19.

 nordestao-cebs-043

Noviça Aélita Otávia da Silva, SCM         

Notícias de Nova York

É com carinho e muita saudade que partilho um pouco da minha experiência aqui em terras distantes, mas que aos poucos vou conhecendo e também me dando a conhecer.

fernanda1

Sr. Betty e eu

Desde quando cheguei aqui, estou sendo muito bem acolhida por todas nossas Irmãs, especialmente por minha Comunidade, que tem me dado ótimo suporte e sendo bem paciente comigo nesse tempo de grande transição em minha vida. Também pelas pessoas que encontro e com as quais estou trabalhando.

fernanda2

Agora completa um mês que cheguei aqui nos EUA. Já pude visitar alguns lugares turísticos, me familiarizar um pouco mais com o Projeto RSHM –  Life Center (onde trabalho). Estou tentando me acostumar com a comida, com alguns horários de refeição, com o ritmo de vida e mais ainda com o sotaque americano, que é bem diferente. Já chorei de saudade, mas também já vivenciei grandes alegrias.

fernanda3

No Life Center, com as crianças.

O tempo aqui ainda é pouco para dizer muito. Tem coisas que pra mim vão ser difíceis, mas preciso ver-pensar-agir na realidade que estou agora e tenho a firme certeza de que com tudo o que eu experimentar aqui ou em qualquer outro lugar, tudo será para meu crescimento como pessoa, como Religiosa do SCM.

fernanda4

Na festa do SCM: Sr. Anna Maria, eu e Sr. Edith Hart

Me sinto bem aqui. Ainda há muito por vir e, assim vou fazendo meu caminho no seguimento de Jesus Cristo, caminho este que nem sempre é fácil, mas é cheio de encanto. Nem sempre tem sorrisos, mas tem muita alegria. Nem sempre tenho coragem, mas tenho muita fé.

SONY DSC

SONY DSC

Sou muito agradecida a todas e a cada uma por estarem unidas a mim em oração e pelo interesse em saber como estou. Estive bem unida à Província nos dias de retiro e soube que foi muito bom. Isso me alegra.

fernanda6

Peço que continuem a rezar por mim para que eu possa ser aquela que Deus quer que eu seja, em Seu amor e misericórdia.

Com imenso carinho e grande saudade,

Ir. Fernanda, RSCM

 

 

Vamos conhecer melhor a VOCAÇÃO DE IRMÃ/IRMÃO?

A VIDA CONSAGRADA possui três dimensões:

(extraído do texto de Pe. Alfredo J.Gonçalves)

  1. A oração, meditação e contemplação;
  2. A vida comunitária ou convivência fraterna;
  3. A presença missionária entre os pobres e necessitados.

Nessa perspectiva, podemos seguir de perto os passos da prática de Jesus, utilizando três metáforas em forma de binômio, com forte simbologia para a VRC:

Nessa perspectiva, podemos seguir de perto os passos da prática de Jesus, utilizando três metáforas em forma de binômio, com forte simbologia para a VRC:

1- Montanha e deserto: de fato, marcam profundamente as atividades do Homem de Nazaré que “passou pela vida fazendo o bem” (At 10, 38).

noviça SCMNo isolamento ríspido da montanha e na solidão árida do deserto não há muito que ver e admirar.. . O que, em última instância, significa focalizar a atenção na presença invisível de Deus. A vastidão silenciosa da pedra e da areia estéreis chama e se funde a outra vastidão, infinita e também silenciosa. Mas neste último caso, o silêncio encontra-se povoado e melodioso, com uma voz ao mesmo tempo inaudível e inconfundível.

2- Casa e mesa: “Casa e mesa” constituem um binômio que tem a ver com o conceito de família. E este conceito, por sua vez, está estritamente vinculado ao universo simbólico da Vida Comunitária.

casa e seiaPodemos afirmar sem exagero que o melhor tempero da refeição humana é a presença do outro/a. Quanto mais profunda a relação e a intimidade entre os convidados à mesa, tanto mais saboroso será o alimento… A fome física se revolve facilmente, com um pedaço de pão e uma banana! A festa, entretanto, busca cobrir a lacuna de uma fome muito mais oculta, profunda e profundamente humana: a necessidade de estar juntos, de sentir o calor de outras pessoas, de ouvir suas histórias e contar as nossas, de intercambiar experiências vividas e vívidas. Necessidade, enfim, de um eu-tu, olho-no-olho, diálogo de coração e alma. Se a comida combate a fome material, a festa combate a fome existencial, espiritual.

3- Caminho e rua: O evangelista Mateus escreve que Jesus, como um profeta itinerante, “percorria todas as cidades e povoados, curando todo tipo de doença e enfermidade (…).

vida religiosaAo ver as multidões cansadas e abatidas, teve compaixão porque eram como ovelhas sem pastor” (Mt 9, 35-38). Na parábola do Bom Samaritano, por sua vez, mostra que o “próximo” daquele que está caído à beira da estrada não é o sacerdote nem o escriba, os quais passam de lado, e sim o estrangeiro que parou para socorrê-lo e oferecer-lhe a ajuda necessária.  E conclui: “vai e faz o mesmo” (Lc 10, 13-35).

PROVOCAÇÕES A REFLETIR E PARTILHAR:

Destas 3 dimensões da VRC:

  • Qual a que mais a/o atrai? Por que?
  • Qual a que mais a/o desafia? Em que?

Se desejar, partilhe sua reflexão com as nossas Animadoras Vocacionais RSCM:

Agosto: o mês dedicado às Vocações

Vocações

Não fostes vós que me escolhestes; fui eu que vos escolhi …”  (Jo 15,16)

Instituído na 19ª Assembléia Geral da CNBB em 1981, o Mês Vocacional tem como objetivo conscientizar as comunidades da responsabilidade que elas compartilham no processo vocacional.

Durante o mês, cada domingo é reservado para a reflexão e celebração de uma determinada vocação:

Primeiro Domingo – Vocações Sacerdotais – Dia do Padre  
O sacerdote age em nome de Cristo e é seu representante dentro daquela comunidade. Ao padre compete ser pastor e pai espiritual para todos sob sua responsabilidade. Pela caridade pastoral, ele deve buscar ser sinal de unidade e contribuir para a edificação e crescimento da comunidade de forma que ela se torne cada vez mais atuante e verdadeira na vivência do Evangelho.

Segundo Domingo – Vocação Familiar – Dia dos Pais
Neste  domingo  celebramos a  vocação  da família na pessoa do pai.   Em  tempos de violência e perda de valores, a valorização da família é essencial para a sociedade  como  um  todo. A família  é chamada por  Deus a ser  testemunha  do amor e da fraternidade, colaboradora da obra da Criação.

002 - Padre Gailhac2Terceiro Domingo – Dia da Vida Religiosa
No terceiro domingo do mês vocacional, a Igreja lembra dos(as) religiosos(as). Homens e mulheres que consagraram suas vidas a Deus e ao próximo. Desta vocação brotam carismas e atuações que enriquecem nossas comunidades com pessoas que buscam viver verdadeiramente seus votos de castidade, obediência e pobreza. São testemunhos vivos do Evangelho.

RSCM-vivenciando a energia criativa de Pe.Gailhac, integrando  Fé e  Zelo em todas as dimensões da nossa vida

Quarto Domingo – Vocações Leigas – Dia dos Ministérios Leigos
Neste dia celebramos todos os leigos que, entre família e afazeres, dedicam-se aos trabalhos pastorais e também missionários. Assumir esta vocação  é doar-se  pelo Evangelho  e estar junto a Cristo em sua missão de salvação e redenção.

Dia do Catequista
Nos anos em que o mês de agosto possui cinco domingos, a Igreja celebra neste dia o ministério do(a) Catequista. Os(as) catequistas são, por vocação e missão, os grandes promovedores da fé na comunidade cristã preparando crianças, jovens e adultos não só para os sacramentos, mas também para darem testemunho de Cristo e do Evangelho no mundo.

Neste mês em que somos chamadas e chamados a refletir sobre as nossas vocações, deixamos aqui uma provocação. E você? Já sabe qual é a sua vocação? Partilhe conosco nos comentários!