RSCM na ONU

Você sabia que o Instituto das Religiosas do Sagrado Coração de Maria possui uma ONG junto à Organização das Nações Unidas? Pois é… A ONG RSCM, representada pela nossa Irmã Verônica Brand, da Região Zambese, atua em diferentes comitês, como erradicação da pobreza e desenvolvimento social. E esses comitês elaboram sugestões para a superação dos problemas dos países nos quais estamos presentes como Instituto. Há sugestões específicas para cada país, chamadas de intervenções, de acordo com a ordem de prioridade de seus problemas. Assim, a ONG tenta dialogar com os governos, criar soluções e contribuir para o desenvolvimento de políticas públicas.

Ir. Verônica Brand

Mensalmente, Ir. Verônica nos envia um Boletim com informações sobre o trabalho desenvolvido pela nossa ONG RSCM na ONU. Clique aqui para ter acesso à edição nº48 do informativo.

Anúncios

Experiência de Internacionalidade SCM

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Day Care Center – Crianças atendidas pelas RSCM

Eu, Fernanda, pré-noviça SCM, estive por 3 meses no Continente Africano,  na Zâmbia, fazendo uma EXPERIÊNCIA INTERNACIONAL. Esta experiência me proporcionou um riquíssimo encontro com Deus e me fez sair de mim mesma para o encontro com cada uma daquelas pessoas e com cada uma das crianças com quem pude estar.

Foi um desafio muito grande estar num país onde tudo era diferente para mim, por exemplo: a língua, a alimentação, as pessoas e a cultura em si. Senti este desafio, mas dou graças a Deus por me ter permitido senti-lo, pois foi sentindo assim que pude ouvir o que Deus queria de mim: crescer e continuar dando passos nos objetivos que me levaram ali: praticar a língua inglesa, experimentar a Missão das Irmãs SCM em outra realidade e a convivência internacional.

Deus se manifestou e continuará se manifestando! Suscitou e continuará suscitando a Chama do Amor e do Zelo no meu coração, para que eu possa crescer cada vez mais na adesão e no seguimento de Jesus Cristo.

Fernanda Marques de OliveiraPré-noviça SCM                                             

Uma Experiência desafiadora de Animação Vocacional

Seis e trinta da manhã e já estávamos no carro a caminho de Varzelândia, cidade da diocese de Janaúba. O Encontro Vocacional deveria começar às 8h30. As estradas horríveis, o carro não conseguia fazer nem 30 Km por hora. Fomos chegar às 10h30! Mas eles estavam lá a nossa espera! Mais de 60 jovens, quase todos do sexo feminino. Suzana e eu, nos revezávamos  na apresentação dos slides, preparados por Suzana. Foi uma conversa bem animada sobre:

 a) Caminhos vários que podemos assumir na vida;

 b) Os diferentes chamados que toda pessoa humana vai recebendo no correr de sua vida, as vocações específicas, entre elas a Consagração Religiosa numa Congregação, diferença entre vocação e profissão.

Depois da apresentação, aconteceu um painel com depoimentos: um padre, uma irmã, um pai de família, jovens que pretendiam se casar, uma jovem que não gostaria de se casar. Foram depoimentos interessantes que provocaram algumas perguntas muito boas.

No final, às 16h30, distribuímos algum material vocacional RSCM e nos colocamos à disposição para outros encontros e contatos.

O retorno foi tão difícil, ou mais complicado que a ida. Choveu muito enquanto passávamos por uma estrada de chão, esburacada, e os relâmpagos e trovões ribombavam e estalavam em cima de nós. Chegamos às 21:00 horas, depois de 4 longas horas de viagem. Mas FELIZES por fazer algo para a “geração de novos membros”.

Irmãs Marilia e Suzana – RSCM

50º aniversário da encíclica Pacem in Terris

Alô Alô BLOG ANIMAÇÃO VOCACIONAL:

Através desta nova ferramenta de comunicação, proponho à nossa querida JUVENTUDE SAGRADO um pequeno desafio. Desde já, aguardo ansiosamente pelas respostas de vocês. Quem se arrisca???

  • Que é ENCÍCLICA?
  • Em português, que quer dizer este nome – PACEM IN TERRIS?
  • Quem será o autor desta “Pacem in Terris”?
  • Onde esta encíclica pode ser encontrada, caso alguém se interesse por conhecê-la?
  • Se você já a conhece, gostaria de postar neste nosso espaço algo sobre ela?
  • Que ligação podemos ver entre o nosso JPIC Jovem e a Pacem in Terris?

Ir.Rosinha – RSCM

“Juventude que ousa lutar, constrói um projeto popular”

No dia 7 de Setembro, houve mais um Grito dos Excluídos que, em união com a Jornada Mundial da Juventude, traz novamente estes mesmos protagonistas para a rua, mostrando assim o nosso rosto juvenil e o nosso desejo. Não um desejo individualista, mas sim o desejo de ‘um projeto popular’.

Foi com muito entusiasmo e vigor jovem, que me coloquei nesta caminhada, neste grito, somando forças com aqueles e aquelas que não têm voz e nem vez. Com isso, pusemos, em bom tom, tantos jovens que são violentados e exterminados de tantas formas: pela falta de oportunidades, pelas drogas, pelo desemprego, etc.

A minha participação nestes momentos só me enriquece: enquanto pessoa, enquanto cristã e enquanto alguém que busca responder ao chamado de Deus, servindo-O nos menos favorecidos. Sou muito feliz com essa entrega/doação.

juventude que ousa lutar

Jovem, venha você também! Junte-se a nós! Sou pré-noviça das Irmãs do Sagrado Coração de Maria.

por Ferananda Marques de Oliveira – Pré-noviça SCM